terça-feira, 24 de julho de 2012

Será o avesso o meu lado certo?


Ontem, foi um dia complicado. E, não, não teve nada a ver com o regresso à (dura) realidade, depois de um fim-de-semana diferente. Ontem, foi um dia complicado e muito. Eu já sabia que o ia ser, complicado, quando chegasse. O que eu não sabia é que iria ser ontem. Parece que, de repente, tudo se precipitou. Parece que, aquilo que se esperava há tanto, chegou sem grandes avisos. E, depois, pensamos se ainda vale a pena. Se é o  melhor. Se é isso mesmo que se quer. Ontem, passei horas a ouvir uma voz, na minha cabecita, a dizer-me, baixinho, vai correr tudo bem, assim é que tinha de ser, vai correr tudo bem, não te vais arrepender, vai correr tudo bem, vai correr tudo bem, vai correr tudo bem...
Acredito que sim. Quero acreditar que vá correr tudo bem porque não há outra forma. Já não há outra forma.


(imagem de Genevieve Gauckler)


Alguém disse: e, de repente, a vida vira-te do avesso e descobres que o avesso é o teu lado certo. Era bom que assim acontecesse. Que a minha vida desse uma volta. Uma volta daquelas grandes. Aquela volta que baralhasse tudo e voltasse a distribuir as cartas. Com essas cartas eu iria jogar de forma diferente. Iria pensar mais em mim e menos nos outros. Iria perceber que eu também mereço ser mais feliz do que sou. Iria acreditar no que quero. Iria ouvir o que, efectivamente, sinto. E não me iria deixar levar pelo caminho mais fácil ou por aquele que, à partida, é melhor para todos. Porque, nesse "todos", eu nunca estive incluída.

Ontem foi um dia complicado. Mas, mesmo assim, teve coisas boas. As minhas vindas aqui. Os vossos comentários. Os vossos emails que, por acaso, ontem, foram mais que de costume, enviados por várias pessoas tão diferentes mas tão divertidas ao mesmo tempo.
Ontem foi um dia complicado. Mas sorri com a vossa ajuda. Mais uma vez, muito obrigada a todos aqueles que por aqui passam. Um obrigada muito especial a quem se manifestou, ontem, e me ajudou a esquecer, por momentos, o que foi complicado. E o objectivo por detrás da criação deste blogue está a ser cumprido. Esquecer. Não pensar a toda a hora na mesma coisa. Não pensar sempre no que é complicado. Obrigada.

19 comentários:

  1. Grande dia: foste à feira popular e andaste numa daquelas montanhas russas enormes...já não tenho coragem para tais feitos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que eu saiba, a feira popular já acabou, ND...

      Eliminar
    2. Pronto, apenas te desejo bastantes dias "complicados"...

      Eliminar
    3. Não sabia que homem simples também era insensível. Aprendemos todos os dias, ó NightDark.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. És uma fofa, Uena Buena, essa é que é a verdade. Muito obrigada :)

      Eliminar
  3. Que os sorrisos momentaneos de ontem sejam uma constante hoje, amanhã e porque não sempre!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Olá Mrs. Zelle Moustache,
    Isto aqui neste planeta azul não é fácil, muitas vezes a vida troca-nos as voltas e de que maneira, também gostava que as cartas fossem baralhadas e dadas novamente em alguns campos, nestes dias também não tem sido muito fácil para mim, mas espero que mude e que para ti também :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Rainha ST! Estás de volta? Vou já ver se tens novidades :)
      Obrigada, desejo exactamente o mesmo que tu, para as duas ;)

      Eliminar
  5. a propósito de avesso lembrei-me de uma tia minha que dizia esquerdo, por oposição a direito.

    mam'zelle, melhores dias virão! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens uma tia muito perspicaz, pedro :D

      Acredito que sim :)

      Eliminar
  6. ao contrário do pedro b, não sei ser optimista (talvez porque a vida por estes lados não ande melhor) mas posso dizer-te que comigo a única coisa que funciona é levar um dia de cada vez e disparatar à vontade porque rir é sempre bom!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também costumo usar essa arma, sónia. Aparvalhar e rir sempre que possível :)
      Espero que a tua vida melhor bem rápido ;)

      Eliminar
    2. mas eu não sou optimista. disfarço bem, apenas :p
      no entanto, concordo que rir ainda é o melhor remédio.

      Eliminar
  7. pedro b,
    Sim, humor já deu para perceber que tens! E por vezes com um tom bem negro pelo meio, mesmo ao meu gosto!
    (Mam'Zelle, perdão pelo momentãneo uso abusivo do teu blog)
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens de pedir desculpa, sónia. O comentário do pedro era para ti e acho muito bem que lhe respondas. Qual uso abusivo qual quê. Isto é nosso ;)

      Eliminar
    2. pois então muito obrigado, sónia:) e muito obrigado mam'zelle pela muy nobre cedência de espaço para comentários ;)

      Eliminar
    3. Não agradeças, pedro. Eu sou mesmo assim, adepta do livre trânsito blogosférico ;)

      Eliminar